︎︎︎ HOME


Máquina de responder

Oficina Máquina de Responder
Colaboração com CAPACETE
29ª Bienal de São Paulo
2010

“Quando Helmut me convidou para colaborar com o CAPACETE no programa que organizava para a 29a Bienal de São Paulo, logo manifestou o seu desejo de realizar uma oficina que complementasse a sua programação. De certa forma, poderíamos enquadrar a preocupação com uma atividade de formação nas atividades educativas comumente promovidas pela Bienal de São Paulo. O diferencial da oficina do CAPACETE residiria em três aspectos fundamentais: a duração, a especificidade e o cultivo da pulsão de resposta.

Educativos costumam ocupar-se da recepção do evento Bienal, dando grande ênfase ao público escolar a partir de suas conhecidas visitas guiadas. Tal estratégia, que costuma ser o carro-chefe dos educativos nas instituições de arte brasileiras, pecam pela curta duração das visitas e por constituírem um formato hierárquico, quantitativo e baseado num discurso esclarecedor e comunicativo, cujo conteúdo parte da instituição.

Ao pensarmos a quem a Bienal se direciona, imaginamos um grande público, indiferenciado, que é geralmente medido em números. E como seria pensarmos a recepção a partir de uma estratégia distinta desta do direcionamento a um grande mar, fatiando um grupo de apenas 15 pessoas que pudessem participar intensamente das atividades propostas pelo CAPACETE - gozando portanto de uma certa proximidade com a bienal - além de tramarem novas relações em um tempo dilatado de convivência?

Constituindo um grupo específico, ainda que heterogêneo, selecionamos em torno de 15 profissionais com os quais convivemos vários meses antes, durante e após o evento da 29 Bienal. O CAPACETE, nos 15 anos em que tem exercido a hospitalidade a partir de um formato de residência artística, deu o tom informal dos encontros, que se tornaram como uma grande sala de conversas. Os convidados a dar oficinas são colaboradors frequentes do CAPACETE, e as oficinas propostas, mais do que serem dirigidas a uma resposta para a bienal, versaram sobre temas de pesquisa dos seus propositores.

O que entendemos por estratégia de formação não se relacionava àquela de pessoas expostas a um conteúdo programático, mas sim de um espaço-tempo onde foram articulados olhares multidirecionais, encontros qualitativos e narrativas diversas. Aos participantes, coube servir-se do que tinham fome e propor respostas, fosse à bienal, ao próprio grupo, ou à programação do Teatro de Arena. A combustibilidade dos vínculos gerados perdura no tempo, algo típico das iniciativas do CAPACETE, e a proposta se multiplica agora em um novo espaço, publicando um fragmento da produção do grupo e apontando para novos desdobramentos.”

︎︎︎ Texto-diálogo entre Helmut Batista e Jorgge Menna Barreto

Coordenação

Helmut Batista
Jorgge Menna Barreto

Participantes da Oficina Máquina de Responder

Beto Shwafaty  
Cayo Honorato  
Daniel Rubim
Daniela Mattos
Hugo Fortes
Ivana Monteiro
Júlia Souza Ayerbe
Julia Buenaventura
Keila Kern
Livia Benedetti
Lucia Prancha
Luiza Proença
Mariana Lanari
Rafael RG
Roberto Winter
Rodrigo Garcia Dutra
Vitor Cesar

Palestras

10/3 Anri Sala
11/3 Jeremy Deller e Amilca Packer
24/3 Cristine Ribas e Wouter Osterholt & Elke Uitentuis*
14/4 Daniela Casto, Inti Guerrero, Luisa Duarte e Sarah Farrer*
28/4 Renata Lucas e Carlounga
29/4 Milton Machado e Martin Beck*
12/5 Santiago Garcia Navarro e Carla Zaccagnini*
26/5 Teresa Riccardi e Julia Rometti & Victor Costales
2/6 Rina Carvajal, Moacir dos Anjos, Agnaldo Farias, Chus Martinez, Yuko Hasegawa,
Fernando Alvim e Sarat Maharaj*
22/6 Raquel Garbelotti, Cauê Alves, Ilana Feldman e Ismail Xavier*
24/6 Jimmie Durham e Maria Thereza Alves*
14/7 Ducha e Jean-Pascal Flavien*
22/7 Adria Julià, Madalena Bernardes, Carlos Alberto Franzoi, Gleison Vieira
4/8 Wendelien van Oldenborgh e Raquel Garbelotti
12/8 Romulo Fróes e banda, Eduardo Climachauska, Nuno Ramos e Keila Kern
18/8 Tiago Carneiro da Cunha e Mariana Castillo Deball
26/8 Sasha Huber, Maria Helena Machado e John Monteiro 
8/9 Andrea Fraser
9/9 Louidgi Beltrame e Wagner Morales
15/9 Suley Rolnik e Manon de Boer
17/9 Raimundas Malasauskas, Gabriel Lester, Bik van der Pol,Otto Bersham
18/9 Hans Ulrich Obrist, lançamento do volume 3 do livro Entrevistas
22/9 Yuko Hasegawa, Qui Anxiong e Chen Chieh-jen Lars Bang Larsen & Joachim Koester,
Dora Garcia e Chus Martinez
23/9 Kendell Geers, Nastio Mosquito e Fernando Alvim Raqs Media Collective e Sarat Maharaj, David Claerbout e Pedro França
24/9 Afredo Jaar e Agnaldo Farias Cildo Meireles e Moacir dos Anjos
29/9 Tamar Guimarães e Kasper Akhøj
6/10 Marta Bogeá e Jean Pascal Flavien
28/10 HansChristianDany, Arto Lindsay, Lisette Lagnado,
Vivian Caccuri e Pedro Sá
4/11 Geir Haraldseth, Anders Smebye, Luiza Proença e Roberto Winter
27/11 Agnaldo Farias e Moacir dos Anjos com lançamento do livro de
Tamar Guimarães “Um homem chamado amor”
















Cargo Collective
Frogtown, Los Angeles
o