[PT]

Uma mesa-língua de oito metros que saiu de dentro do CCBB SP, se projetou largamente até a calçada, coberta por alimentos cultivados de maneira complexa e em ambientes de rica biodiversidade, onde o método de cultivo não apenas produz comida, mas regenera a terra. Uma homenagem ao reino vegetal. Conversamos e degustamos ideias para um educativo que se organiza em torno de uma perspectiva metabólica, seja enquanto metáfora de elaboração de conceitos e vivências, seja a partir da própria comida, compartilhada com o público interessado.

A seleção criteriosa desses alimentos foi feita por Jonas Van a partir do Instituto Chão. Tudo orgânico e sazonal. Esses alimentos-mediadores, carregados de complexidade (em oposição aos hipersimplificados da monocultura), foram oferecidos aos presentes e passantes, convidados a comerem e lerem essa informação a partir de suas próprias vísceras. Sim, nossos intestinos também são órgãos de leitura e os educadores presentes ajudaram na condução do processo, operando como enzimas digestivas.

Texto: Sarah Matos

[EN]

An eight meter tongue table that came out of the CCBB SP, projected widely up to the sidewalk, covered with food grown in a complex way and in environments of rich biodiversity, where the cultivation method not only produces food, but regenerates the land. A tribute to the vegetable kingdom. We talked and tasted ideas for an educator who is organized around a metabolic perspective, either as a metaphor for the elaboration of concepts and experiences, or from the food itself, shared with the interested public.

The judicious selection of these foods was made by Jonas Van from Instituto Chão. Everything organic and seasonal. These food-mediators, loaded with complexity (as opposed to the hypersimplified of monoculture), were offered to those present and passers-by, invited to eat and read this information from their own viscera. Yes, our intestines are also organs of reading and the educators present helped guide the process, operating as digestive enzymes.

Text: Sarah Matos

Link para texto completo 

Mesa-língua foi apresentado em:

Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo, Brasil
1000 Ecologies, Le Commun – Genéve, Switzerland

Fotos do trabalho apresentado no CCBB (Brasil) e no Le Commun (Suíça)