︎︎︎ HOME


Metabólide

Memorial da América Latina, São Paulo, Brasil
2010

Partindo de uma leitura atenta do livro Aspiro ao Grande Labirinto, de Hélio Oiticica, a obra Metabólide — disposta na Exposição Transfronteiras Contemporâneas — apropria-se do termo Bólide e procede sobre ele tal qual os de Oiticica. Enquanto aqueles poderiatm incluir, por exemplo, uma cuba de vidro comprada pronta, aqui o “pré-moldado” é a palavra. Em sintonia de abordagem, suas características são incorporadas de maneira constitutiva à obra, não como anexação a posteriori.

A operação linguística ganha corpo em uma instalação-objeto: tijolos maciços de barro pré-moldados, empilhados no espelho d’água da galeria Marta Traba, dão forma ao termo. Dentro da exposição, figuram desenhos e textos em giz numa parede de quadro negro, bem como duas traduções do texto “Bólides”: em inglês, por Gavin Adams, e espanhol, por Julia Ayerbe.

Essa obra é tema de um dos capítulos de minha tese de doutorado:

︎︎︎ Tradução digestiva: Hélio Oiticica (PT)








︎︎︎ Click for more images


Cargo Collective
Frogtown, Los Angeles
o