The soup of biodiversity is a performance in which we prepare a soup with all the ingredients that are regional and seasonal to where we are making it. It works like a “photograph of the landscape” to be read with our guts. Soups can be very inclusive dishes, both in terms of the amount of ingredients you can fit in, as well as the amount of people you can feed.

The first Soup of Biodiversity was prepared with the students of ESAAA – École Supérieure d’Art Annecy Alpes, France, where a workshop on relations between art, food and environment took place.

A sopa da biodiversidade é uma performance em que preparamos uma sopa com todos os ingredientes que são regionais e sazonais do lugar do preparo. Funciona como uma “fotografia da paisagem” para ser lida por nossas vísceras. As sopas podem ser pratos muito inclusivos, tanto em termos da quantidade de ingredientes que pode incluir, como da quantidade de pessoas que pode alimentar.

A primeira Sopa da Biodiversidade foi preparada com os alunos da ESAAA – École Supérieure d’Art Annecy Alpes, França, onde aconteceu um workshop sobre as relações entre arte, alimento e ambiente.


The Soup of Biodiversity was prepared at:

ESAAA – École Supérieure d’Art Annecy Alpes – Annecy, France
Library of Digestion, Jan van Eyck Academie – Maastricht, Netherlands
1000 Ecologies, Le Commun – Genéve, Switerzland

Photos from the first edition at ESAA